terça-feira, 18 de setembro de 2012

ULTRA MARATONA ATLÂNTICA MELIDES TRÓIA


Disputado no passado domingo, dia 23 de Julho entre Melides e Tróia a Ultra Maratona Atlântica que contou na partida com 390 atletas, existindo registos de chegada a Tróia de 365 atletas.

O record da Prova foi alcançado em termos de tempo, agora fixado em 2h46m30 que já pertencia a Eusébio Rosa vencedor da presente edição, mas igualmente em relação ao numero de participantes e até mesmo em relação ao tempo final dos “últimos” atletas isto porque o ultimo atleta a cortar a meta foi inferior ao tempo do último atleta de 2011, em 1h45m. Foi por isso uma prova mais rápida…

Mas outro record foi batido, que foi a presença de tomarense nesta difícil prova, pois se não estivermos engados o máximo de presenças era de dois atletas, e nesta edição foram 6 os presentes em representação do nosso clube União de Tomar, ACR de Santa Cita e CALMA.

Registo muito positivo também para o lugar coletivo por parte da ACR Santa Cita que conseguiu um bom 12º lugar com 260 pontos entre 28 equipas que terminaram, onde a vencedora foi a AC São Mamede com 39 pontos, não deixando de ser curioso que fizeram parte desta equipa de São Mamede atletas que normalmente não competem por esta formação!!!


Eusébio Rosa (SU Caparica) venceu em 2h46m30 seguido de Custódio António (2h58m01) da AC São Mamede e o terceiro foi Alexandre Canal (2h59m10) do CCR Alto do Moinho.

De entre os tomarenses presentes a melhor prestação pertenceu ao atleta da ACR Santa Cita Luís Mota que obteve um honroso 11º lugar finalizando em 3h20m14, seguido do seu colega de equipa Antonio Lopes (71º) que cortou a meta no bom registo de 4h03m07.

O unionista Alberto Graça foi o 97º a cortar a linha de chegada finalizando em 4h16m52 um bom tempo para a sua estreia nesta competição.

Francisco Confraria (ACR Santa Cita) também fazia o seu “batismo” em ultras na areia conseguindo terminar abaixo da 5h, sendo o 177º a terminar no tempo de 4h52m53, logo seguido do colega de equipa Luís Alexandre na 180ª posição e com o tempo final de 4h55m19.

Deixando ainda muita “rapaziada” nova para trás o “veteraníssimo” Vítor Fernandes, do CALMA terminou na 339º posição com o tempo de 6h42m54 mostrando que os 62 anos no Cartão de Cidadão não passam de um mero “erro ortográfico”.

Sem comentários:

Enviar um comentário